segunda-feira, 9 de abril de 2012

LIVRO - "Era uma vez três velhinhas"


Marina, Mercedes e Virgínia eram três velhinhas que insistiam em continuar meninas. Ou, melhor ainda, eram meninas disfarçadas de velhinhas. Cada uma com o seu talento particular, elas pareciam meio fadas, distribuindo aquilo que tinham de melhor para as crianças. Até o dia em que só restou a saudade do trio de fadas-madrinhas da vida real.
Todo mundo conhece alguém parecido com uma dessas heroínas do livro Era uma vez três velhinhas. Alguém que personifique a figura de uma vovó, com a generosidade e o carinho que só as vovós – sejam elas legítimas ou postiças – são capazes de oferecer. O livro de Anna Claudia Ramos presta um tocante tributo a essas doces figuras, velhinhas especiais que cada um de nós guarda para sempre na memória afetiva.
A autora
Anna Claudia Ramos é carioca, formada em letras pela PUC/Rio, mestre em ciência da literatura pela UFRJ, curadora e mediadora do programa Leitura em Debate: a LIJ na Biblioteca Nacional. Viaja pelo Brasil ministrando palestras e oficinas sobre sua experiência com leitura e como escritora e especialista em Literatura Infantil e Juvenil. Para escrever esta história, Anna se inspirou em sua avó Gigi, que fazia os melhores doces do mundo, e em duas avós que ela adoraria ter tido, a Marina e a Mercedes, duas mulheres incríveis com quem conviveu por muitos anos.
O ilustrador
Alexandre Rampazo nasceu e cresceu em São Paulo, é ilustrador, autor de livros infantis e formado pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Durante muito tempo trabalhou como diretor de arte e designer, criando capas de livros e projetos editoriais. Quando criança, adorava as aulas na biblioteca da escola.


Título: Era uma vez três velhinhas
Autor: Anna Claudia Ramos
Gênero: Literatura infantil 
Páginas: 24
Formato: 25 cm x 25 cm

Nenhum comentário:

Postar um comentário