sexta-feira, 13 de julho de 2012

FOLCLORE - LENDA DE COBRA NORATO

Esta lenda é uma das mabois conhecidas sobre cobras grandes ou Boiúnas, como são chamadas na região amazônica. Conta-se que uma índia engravidou da Boiúna e quando as crianças nasceram, a mãe percebeu que  eram duas.
Já o irmão, que se chamava Norato, era meigo e bondoso. Ele fazia de tudo para salvar os pescadores, o que fazia crescer um ódio incontrolável em sua irmã. Um dia eles tiveram  uma grande briga, em que Honorato ficou cego e sua irmã morreu.
Finalmente as pessoas ficaram livres das suas maldades.
Desse dia em diante, Norato passou a viver ainda mais sozinho. Seu grande desejo era virar humano. Existia uma forma de concretizar este sonho, mas Norato precisava da ajuda de alguém muito corajoso. Esta pessoa deveria derramar "leite materno" na cabeça da cobra, mas ninguém tinha coragem de chegar perto dele o suficiente para realizar a simpatia. Um dia, um soldado de um município distante chegou naquela região e ficou sabendo da triste sina de Norato. Sem pensar duas vezes ele procurou a cobra e fez o que era  preciso.
Norato, a partir deste dia, se livrou da sua maldição e em agradecimento virou soldado também.

Fonte: Patricia Amorim. Nosso Folclore. Editora Vale das Letras Ltda.


2 comentários:

  1. a lenda é boa mas tem algumas partes q não dá pra entender não! tipo não fala q ele era uma cobra só no meio da lenda q fala é meio sem coerência mas gostei!

    ResponderExcluir