sexta-feira, 13 de julho de 2012

FOLCLORE - LENDA DE IARA

Na tribo dos Manau, vivia uma linda jovem que se chamava Dinahí. Ela impressionava a todos por sua grande beleza e coragem. A índia era mais valente que a maioria dos homens da tribo. Este fato causava muita inveja em vários guerreiros, que passaram a odiar Dinahí.
Kaúna, o pai de Dinahí, iniciou uma perseguição implacável para localizar a filha.
Durante vários dias e várias noites ela conseguiu escapar. Mas o pai tinha ajuda de todos os guerreiros da tribo, sendo que finalmente conseguiram capturá-la.
Kaúna ordenou  aos guerreiros que jogassem a filha nas águas, exatamente no encontro dos rios Negro e Solimões. Nessa hora, dezenas de peixes vieram  em socorro da índia guerreira, sustentando seu corpo e trazendo-a até a superfície. Os raios da lua transformaram Dinahí em uma bela princesa, com cauda de peixe e cabelos escuros como as águas do Rio Negro.
Ela se transformou em Iara, a Mãe-D'Água. Os pescadores são atraídos pela beleza irresistível da índia, pois quando canta, hipnotiza-os e leva-os para o fundo das águas, para viverem em seu reino. Iara representa a beleza e a coragem da mulher da Amazônia.

Fonte: Patricia Amorim. Nosso Folclore. Editora Vale das Letras Ltda.



Um comentário: