segunda-feira, 26 de março de 2012

BRANCA DE NEVE

Branca de Neve era uma princesinha de cabelos bem negros, pele branca como a neve e lábios vermelhos. Ela morava com sua madrasta, uma rainha muito vaidosa e má.
A Rainha tinha um espelho mágico. Todos os dias ela perguntava ao espelho:
- Espelho, espelho meu, existe alguém mais bonita que eu? O espelho respondia:
- Não, minha rainha, você é a mais bela.
Um dia, a rainha fez a mesma pergunta ao espelho, porém, a resposta foi diferente.
Ele disse:
- Minha Rainha, você é muito bonita, mas Branca de Neve é mais bela.
A Rainha enciumada com raiva, chamou o caçador e ordenou que levasse Branca de Neve para floresta e a matasse. Sem coragem de cumprir as ordens da rainha, o caçador falou: - Fuja, Branca de Neve! Não volte para o castelo, pois a rainha quer matá-la! Branca de  Neve assustada, correu.
Os animaizinhos da floresta ajudaram Branca de Neve chegar até uma clareira. Lá ela avistou uma casinha. Aproximou-se da casa e entrou.
Tudo era pequeno, parecia uma casa de bonecas. Provou da comida que estava nos pratos e como estava cansada, juntou as caminhas do quarto, deitou e dormiu. Era a casinha dos sete anões. Quando eles voltaram do trabalho, encontraram Branca de Neve dormindo. Ficaram surpresos e curiosos. Quem era ela? De onde veio? O mais velho pegou a lanterna e chegou perto.
Branca de Neve acordou e contou sua triste história. Os anões pediram que ela ficasse morando ali. Branca de Neve cuidava da casa, enquanto eles trabalhavam.
A Rainha descobriu  que Branca de Neve estava viva. Transformou-se em uma velha vendedora de frutas. Foi até a  casa dos anões e ofereceu uma maçã envenenada para Branca de Neve. Quando ela mordeu caiu desmaiada.
Quando os anões chegaram, viram Branca de Neve caída no chão. Choraram, pensando que ela tinha morrido. Por  ser tão bela, eles a colocaram num caixão de vidro, no meio da floresta.
Um Príncipe que passava por ali, aproximou-se. Viu Branca de Neve e por ela se apaixonou. Ela parecia dormir. Levantou a tampa do caixão e lhe deu um beijo.
Nesse momento, o encanto se quebrou e Branca de Neve despertou. Olhou para o Príncipe e sorriu.
Tempos depois casaram-se e foram felizes.

Fonte: Texto de Cristina Marques e Roberto Belli. Histórias Encantadas.
Editora BrasilLeitura.
BrancaDeNeve

Nenhum comentário:

Postar um comentário